ILUMINEWS – Quando uma lenda se vai…

O bat-sinal está iluminando os céus de Gotham City, mas não para combater o crime…

Em mais um duro golpe, o Batman que vale, Adam West, resolveu na noite de ontem, dia 09, ir proteger outras realidades e nos deixou a mercê dos grandes vilões que o Comissário Gordon e o Chefe O’Hara não conseguem enfrentar sozinhos. William West Anderson, nascido em 19 de setembro de 1928, era canastrão e não muito em forma para ser o intérprete ideal para um super-herói, mas conseguiu deixar uma marca tão grande como o personagem que até sair o filme do Tim Burton em 1989, que ele também queria protagonizar, foi a imagem do Bátimá para o grande público, tanto os civis quanto os nerds da época.

Durante anos ficou “preso” a essa imagem, teve muitos problemas para conseguir novos papéis, chegando a participar de produções de gosto duvidoso, enquanto seus últimos anos foram frutíferos tanto em animações e eventos ligados ao Batman quanto sendo prefeito de Quahog em “Uma Família da Pesada”. Assim como um personagem da concorrência, quem diria que um herói perderia a batalha pela vida para uma doença, neste caso uma leucemia…

Ficamos agora com a lembrança do inegavelmente melhor Batman de todos, Todos, TODOS!

Santa nostalgia!! Vida longa ao Bátimá!!!

fUgItIvO dO aRkHaM
sOrRiNdO pArA aS pArEdEs...